Destaques

 

Últimos destaques

Dracena pede cuidado com Kashiwa e espera que Santos faça seu 'normal'

O zagueiro Edu Dracena, do Santos, esteve no estádio de Toyota (JAP), no último domingo, para assistir ao confronto entre Kashiwa Reysol, do Japão, e Monterrey, do México, que decidiam o adversário santista na semifinal do Mundial de Clubes. A equipe japonesa desbancou os mexicanos nos pênaltis: 4 a 3, após 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação.

Dracena faz elogios à equipe japonesa, alerta para os perigos dos cruzamentos do Jorge Wagner e para a qualidade de Leandro Domingues, os dois brasileiros a serviço do Kashiwa, mas diz que se o Peixe jogar o que está acostumado avança na competição.

- Se fizermos o nosso normal, acredito que o Santos vença. Mas não será fácil. Podemos até tornar o jogo tranquilo, mas temos de entrar em campo e mostrar - afirmou o capitão santista.

O Peixe é o favorito, mas Dracena lembra que o Kashiwa também era considerado uma zebra contra o Monterrey.

 

- Muito se falou que o time mexicano seria o nosso adversário e não foi o que aconteceu. Se não entrarmos em campo bastante concentrados vamos ter problemas. Futebol mostra a cada dia que vence quem quer mais e não quem tem mais nome.

Santos e Kashiwa Reysol se enfrentam pela semifinal do Mundial de Clubes às 8h30 (de Brasília) nesta quarta-feira. O vencedor do confronto espera o resultado do duelo entre Barcelona e Al Sadd. A final da competição será no domingo.

© Tropical FM - 87,9 - Ligou Tropical, ligou legal!
BRLOGIC